Buscar
  • Dr. João Mussi

Mordida de gato!

Atualizado: Jun 14

Quem tem um pet 🐱🐶(gato ou cachorro) provavelmente já foi acidentalmente mordido por ele. Nesse caso você chegou a procurar uma emergência para ser avaliado/tratado?


As feridas na mão causadas pelos cães costumam ter muito mais procura nas emergências dos hospitais do que as causadas pelos gatos principalmente pelo aspecto da lesão. Enquanto os 🐕cães costumam causar lesões lacerantes, abertas e "feias", os 🐈gatos costumam causar "somente um furinho" (puntiformes) e é exatamente ai que mora todo o perigo.


Tanto as feridas lacerantes como as puntiformes são emergências médicas que merecem tratamento, principalmente na mão. Além da necessidade de cuidados contra a raiva e tétano, devem ser tomadas ações para prevenir as infecções, cujas sequelas na mão podem ser devastadoras.


A Lavagem com soro fisiológico💦, limpeza com sabão, debridamento (retirada de tecidos mortos), antibiótico e deixar o ferimento "aberto" são as medidas iniciais a serem tomadas. Contudo, os "furinhos" muitas vezes são profundos e funcionam como uma "injeção de bactérias" que mesmo os antibióticos não evitará a infecção.


Eu, como via de regra, levo sempre o paciente para o centro cirúrgico no dia do acidente para poder avaliar e limpar o máximo possível e mantenho um acompanhamento rigoroso no consultório com antibiótico por via oral.


Nunca me arrependi!


Infelizmente na maioria das vezes os pacientes já chegam ao cirurgião de mão com 7, 10, 14, 21 dias de lesão com quadros gravíssimos que o que podemos fazer é reduzir ao máximo a extensão das sequelas.


A importância da cirurgia de mão vem muito antes da cirurgia propriamente dita. A nossa função é de cuidar das suas mãos👐, tentar PREVENIR uma lesão sempre que possível. Se acontecer? TRATAR o mais rápido possível para ter a melhor e mais rápida recuperação.


Valorize a sua mão, ela merece. 👋👋

64 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo