...
 
Buscar
  • Dr. João Mussi

Exercícios que auxiliam a reduzir a dor da tendinite nas mãos e punhos

A tendinite nas mãos e punhos é uma inflamação dos tendões existentes na articulação dessa região. Essa condição causa dor intensa no paciente e dificuldade de movimento, além de inchaço e vermelhidão. Uma das principais causas da Lesão do Esforço Repetitivo (LER) é a realização de movimentos repetitivos do dia a dia como: escrever, digitar, pintar, pescar, costurar, tocar um instrumento musical, fazer muita força com a articulação que envolve a região.



Como é o diagnóstico da tendinite nas mãos e punhos?


O diagnóstico é realizado pelo médico ortopedista especialista nessa articulação. Geralmente, analisa-se o quadro por meio da observação do local e do relato do paciente. Porém, em alguns casos, alguns exames podem ser solicitados, como ressonância magnética, raio X e ultrassom, que é o exame mais comum a ser pedido, a fim de deixar o diagnóstico mais preciso e o tratamento mais certeiro.


O tratamento da tendinite


Assim que a tendinite é diagnosticada, o especialista irá recomendar repouso e imobilização da região afetada para que o caso não se agrave ainda mais. Contudo, o tratamento específico será elaborado de acordo com a gravidade da lesão. Em alguns casos, a fisioterapia será indicada, em outros, a cirurgia pode ser bem-vinda. Também é recomendado que o paciente faça compressas de gelo e aplique no local para diminuir a inflamação.


Exercícios para reduzir a dor da tendinite


Existem alguns exercícios que podem ajudar a aliviar a dor da tendinite nas mãos e punhos e que podem ser realizados pelo paciente. Confira alguns deles:


1. Pronação do punho

Nesse exercício, o paciente deve ficar de pé ou sentar-se com o braço ao lado colado ao corpo e com o cotovelo dobrado a 90 graus, virando a palma para baixo. Então, é necessário girar o antebraço para que a mão fique virada para cima e depois para baixo, rotacionando;



2 . Extensão do punho

Para realizar esse exercício, o paciente precisa apoiar o antebraço sobre uma toalha enrolada em cima de uma mesa. Essa toalha servirá de apoio para o descanso do punho e da mão, que deve estar virada para baixo. Mova a mão para cima e para baixo lentamente, alongando essa região;

3. Desvio radial

Assim como no exercício anterior, você precisará apoiar o antebraço sobre uma toalha enrolada em cima de uma mesa. Entretanto, aqui você deixará o polegar para cima e fará o movimento de baixo para cima novamente, alongando o punho;

4. Extensão do polegar

Este alongamento é um exercício fácil, basta iniciá-lo com o polegar posicionado para fora e movê-lo em direção ao centro da mão repetidas vezes;

5. Deslize do tendão da mão/dedo

Para realizar esse exercício, abra a mão e estique os dedos. É necessário fazer um movimento de gancho com o punho e retornar para a posição espalmada. Após isso, contraia os dedos sem fechar a mão por completo e retorne para a posição espalmada. Depois, feche a mão por completo e retorne à posição.


Esses exercícios são úteis para alívio da dor, mas se porventura eles não causarem diminuição desta, é necessário consultar um especialista[1] , como um cirurgião de mãos, por exemplo, para averiguar a situação.



Esses exercícios são úteis para alívio da dor, mas lembre-se que o acompanhamento médico com um ortopedista especialista de mãos e punhos é sempre o mais indicado, sobretudo se as dores persistirem.

88 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo